semi-abandono-paterno

Diferente da alienação parental, porém não menos danoso às crianças, é o semi abandono paterno. Enquanto na alienação parental o pai (ou a mãe) se ausenta totalmente da criação e responsabilidades de seus filhos, em uma situação de semi abandono o pai se faz relativamente presente, tornando essa uma situação muito mais comum e aceita socialmente.

O pai do semi abandono não tem o filho entre suas prioridades e delega à mãe a educação e qualquer cuidado básico, como saúde, higiene, segurança etc. Muitas vezes esse pai até ajuda financeiramente, porém não serve como fonte de carinho, segurança e confiança e não fornece o sentimento de pertencimento e amparo.

Esse é o pai do fim de semana, que está à disposição para o lazer e para o horário combinado, mas que não participa ativamente da rotina, decisões e cuidados emocionais de seus filhos. Para ser um pai ativo, é necessário mais do que um jogo de futebol, mas sim cuidar de seu filho quando se está doente, participar de uma reunião escolar, e, principalmente, dedicar tempo e atenção.

compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *